Inteligência Artificial

pile of covered books

O novo normal pós-pandêmico na educação tende a ser híbrido e ainda mais digital; tende a ser robotizado e ainda mais autônomo na condução da aprendizagem; tende a ser exponencialmente escalável e capilarizado; tende a oferecer “mais por menos”, com a promessa de que os novos mestres nunca dormem. O híbrido nesse novo normal tende a ser um simbionte.